História

Nos últimos 40 anos a pratica do Jogo de Capoeira teve uma grande ascensão social, cultural e regional.    Nos anos 70  o jogo da Capoeira ainda era confundido com uma luta praticada pela camada mais simples da população e com isso sofria de grande discriminação.    Além disso, era praticada quase que exclusivamente por homens e os combates eram freqüentes.

Neste período, com a popularização das Artes Marciais, identificou-se a Capoeira como a Arte Marcial Brasileira e a partir daí surgiu a oportunidade de  torná-la uma grande ferramenta de Educação.   Assim, nos anos 70 capoeiristas de destaque, como Mestre Gato e Mestre Peixinho do Grupo Senzala do Rio de Janeiro, e Mestre Tabosa de Brasília, começaram a levar a Capoeira para a classe média rompendo anos de discriminação.  Nos anos 80 as mulheres começaram a fazer parte de forma expressiva das Academias e Rodas de Capoeira.  Já nos anos 90 a Capoeira conquistou o mundo espalhando-se pelos Estados Unidos, Europa, Japão e Oriente Médio.    Paralelo a esta evolução o combate perigoso que existia no jogo passou a ser substituído pela simulação do contato, com muita malandragem e mandinga fazendo do jogo uma atividade divertida e sem violência.

Nos Anos 90 também a Capoeira passou por uma inovação e apareceu de roupa nova com a Capoeira Arte ou Capoeira Acrobática sendo acrescentados ao jogo muitos movimentos de salto e de chão.   Estes últimos exigem muita dedicação e um preparo físico intenso.    Muito desta Capoeira Acrobática ou de Cintura, como o estilo Miudinho de Mestre Suassuna, veio dos ensinamentos e movimentação do famoso Mestre Pastinha, através de Mestre João Grande e Mestre João Pequeno, misturada com a movimentação rápida da Capoeira Regional.

Diferente de outros esportes, na Capoeira a cultura está fortemente relacionada com as atividades físicas, podendo-se dizer que é um esporte multimídia, pois associado a sua prática existem músicas, cantos e rituais coreográficos.

A Capoeira exige muita disciplina e dedicação, além da preparação física e ao contrário do que ocorre na maioria dos esportes, os mais velhos são os mais valorizados, dado a sua experiência, história e relacionamento.   Os Capoeiristas e os Grupos de Capoeira são grandes famílias com amizades que duram 20, 30, 40 anos, a vida inteira.

Quem começa a jogar Capoeira e gosta, não para nunca. É um esporte para todas as idades que mantém o espírito jovem, o corpo saudável e a mente voltada para a amizade e alegria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>